Contexto 

A situação dos recursos humanos da saúde traduz-se, entre outras coisas, pela insuficiência de pessoal de saúde qualificado, a disparidade na regulação das profissões de saúde, a falta de reconhecimento recíproco dos diplomas limitando o processo de integração regional. Por outro lado, as instituições de formação possuem capacidades limitadas em matéria de formadores qualificados, equipamentos e materiais e sofrem de insuficiência de estabelecimento de redes entre as sociedades eruditas. A oferta e a qualidade dos cuidados de saúde, o investimento público e privado na saúde são contrariados pela escassez de profissionais de saúde qualificados. Esta situação é mais acentuada nas zonas de difícil acesso e carentes onde reside a maior parte das nossas populações. A emigração dos profissionais da saúde para os países desenvolvidos vem agravar uma situação já por si crítica.

Definição do problema

A insuficiência de profissionais de saúde qualificados e a sua fraca utilização no espaço CEDEAO limita a oferta de serviços e cuidados de saúde de qualidade

Objectivo do programa

Facilitar a formação, a utilização e a livre circulação de profissionais de saúde no espaço CEDEAO.

Resultado do programa

Os recursos humanos da saúde de qualidade disponíveis e utilizados no espaço CEDEAO.

Componentes do programa

  • Formação dos recursos humanos da saúde
  • Utilização dos recursos humanos da saúde

Objectivos específicos

  • Promover a harmonização dos currículos para a formação de profissionais da saúde
  • Desenvolver estratégias de formação contínua dos profissionais da saúde
  • Desenvolver estratégias de motivação dos profissionais da saúde
  • Desenvolver estratégias de mobilidade inter país dos profissionais da saúde
  • Harmonizar a regulação do exercício das profissões da saúde

Principais Intervenções

  • Elaboração e implementação de currículos harmonizados da formação inicial e das especialidades
  • Acreditação das instituições de formação
  • Promoção da formação contínua
  • Reforço das estruturas de regulação das profissões de saúde
  • Actualização do plano de acção regional de motivação e de retenção dos agentes da saúde
  • Elaboração do plano regional de desenvolvimento dos recursos humanos da saúde e apoio aos países para a sua implementação
  • Estabelecimento de rede de sociedades eruditas
  • Estabelecimento de uma plataforma para a mobilidade inter país dos profissionais da saúde
  • Identificação das necessidades de formação especializada e desenvolvimento concomitante de um plano regional de formação

Resultados Intermediários

  • Currículos da formação inicial e das especialidades harmonizados e utilizados
  • Estatuto dos agentes de saúde comunitário reconhecido
  • As instituições de formação cumprem os critérios de acreditação
  • Módulos de formação contínua desenvolvidos e alinhados
  • Associação de formadores regionais e nacionais, existente e funcional
  • Competências e aptidões linguísticas dos profissionais da saúde reforçados
  • Códigos de deontologia e de exercício para as diferentes categorias de profissionais de saúde harmonizados e aplicados
  • Plano de acção regional de motivação e de retenção dos agentes da saúde actualizado
  • Plano regional de desenvolvimento dos recursos humanos adoptado
  • Redes das sociedades eruditas estabelecidas ou reforçadas
  • Plataforma para a mobilidade inter país dos profissionais da saúde estabelecida e funcional

Publicação

Curriculum Enfermagem - Países anglófonos

Organização de Saúde da África Ocidental
01 BP 153 Bobo-Dioulasso 01 / Burkina Faso
(226) 20 97 01 00 / (226) 20 97 57 75
(226) 20 97 57 72